Polícia procura quadrilha que assaltou joalheria em Rio Preto
15/07/2017 - 13h51 em Região

A Polícia Militar divulgou fotos dos três homens que assaltaram uma joalheria no Centro de Rio Preto na manhã deste sábado, 15. Eles atiraram contra dois agentes da Guarda Civil Municipal, que ficaram feridos, e mataram um estudante de 17 anos que passeava pelo Calçadão com o tio.As polícias Civil e Militar estão mobilizadas à procura dos bandidos, inclusive com apoio do helicóptero Águia.

O tiroteio aconteceu depois que ladrões tentaram assaltar a joalheria Constantini, na rua Siqueira Campos. Agentes da Guarda Civil Municipal que faziam patrulhamento pelo local abordaram os criminosos, que revidaram com disparos. Os dois guardas estavam equipados apenas com armas de choque.

Uma bala perdida atingiu o estudante Pedro Henrique Marcelo Barreto, 17 anos, que morreu no local. Três disparos acertaram um guarda municipal, que foi levado em estado grave para o Hospital de Base, e um outro atingiu uma guarda feminina, que também teve de ser socorrida.

Os bandidos fugiram, deixando no local um carro cheio de munições. A Polícia Militar faz buscas pela cidade, inclusive com apoio do helicóptero Águia, para localizar os criminosos.

Acompanhe abaixo os desdobramentos do caso momento a momento:

13h01 - O guarda civil municipal Cleiton José da Silva Gomes passou por cirurgia na Santa Casa de Rio Preto. Ele foi atingido por três tiros, um deles na perna, e perdeu muito sangue. Agentes da GCM se mobilizam para doar sangue no Hemocentro.

A guarda Tássia Tomoda Dourado, que também foi atingida pelos disparos, passa agora por cirurgia no Hospital de Base de Rio Preto. Quando deu entrada no hospital, o estado de saúde dela era considerado estável.

Fonte Diario da Região 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!