Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

fix_conexao-jovem
No comando: Conexão Jovem

Das 11:00 às 12:00

21433221_1160179574117051_6621931202814648696_n
No comando: Balada Sertaneja

Das 18:00 às 20:00

19260740_1100315043436838_6233774128744500953_n
No comando: Clube Hits Retro

Das 22:00 às 00:00

Trânsito na rodovia BR-153 ainda mais travada

Compartilhe:
gui_6519-1280654

Trânsito na rodovia será afetado para a conclusão da construção de viaduto que vai ligar os lagos 2 e 3 da Represa Municipal. Recomendação da Secretaria de Trânsito é que motoristas fujam daquela região

Com um fluxo de sete mil veículos diariamente e usada como avenida por muitos rio-pretenses e moradores da região, o trecho urbano da BR-153 vai sofrer três dias de intervenção, a partir desta sexta-feira, 4. Obras para a construção de viaduto que vai ligar o lago 2 ao lago 3 da Represa vão interditar meia pista nos dois sentidos da rodovia naquela região, o que deve deixar o trânsito ainda mais pesado.

Além dessas interdições parciais, alças de acesso da rodovia para a cidade ficarão fechadas e, no domingo, o trânsito ficará completamente impedido em toda a rodovia entre os quilômetros 61 e 62. O horário dessa interdição ainda não foi definido.

A instalação do viaduto faz parte da duplicação da BR-153, obra do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), que está sendo executada pelo Consórcio Bandeirantes. Nesses três dias, serão movimentadas 18 vigas pela pista.

Segundo o coordenador da Polícia Rodoviária Federal, Daniel Mataragi, a operação de instalação do novo viaduto será das 8h às 17h, de sexta-feira a domingo. Das 18h às 6h, o trânsito de veículos será livre em todas as pistas. “As interrupções parciais na sexta e no sábado vão ser necessárias para que todo o serviço seja feito da forma mais segura possível, tanto para os motoristas, quanto para os trabalhadores da construtora”, explica.

O tráfego nas faixas centrais nos dois sentidos da rodovia ficará impedido para a movimentação das vigas que vão compor o viaduto. Guindastes estarão no local para o posicionamento das estruturas de concreto. Para evitar riscos, estão previstas interrupções rápidas do trânsito, quando os guindastes fizerem o deslocamento das vigas por cima da rodovia. A suspensão é preventiva para evitar o risco de queda das estruturas em cima de veículos.

sem-titulo

Obra fica pronta só em agosto

A previsão da Secretaria de Trânsito é que o viaduto fique pronto em agosto deste ano. Segundo o assessor especial da pasta, Amaury Hernandes, a obra vai aliviar em 30% o fluxo de veículos do viaduto da avenida Lino José de Seixas, que hoje é a única opção para o trânsito entre as regiões da Represa e dos condomínios Damha.

O viaduto vai servir para dar uso à ponte estaiada no lago 3 da Represa municipal. Apelidada de “Ponte do nada a lugar nenhum”, por estar pronta, mas sem uso, a construção foi entregue em 2016, ainda no governo Valdomiro Lopes, ao custo de R$ 7 milhões. Ela tem 50 metros de vão e interliga as margens direita e esquerda do Lago 3 da Represa até o acesso à avenida Nadma Dahma.

Após a conclusão do viaduto, o tráfego no sentido Centro-Damha será feito pela avenida Sabino Cardoso Filho, enquanto o sentido inverso ficará pela avenida Lino José de Seixas. (MAS)

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook

Últimos eventos